Qual a ferramenta de crimpagem correta para a sua montagem?

From |

Escolher a ferramenta de crimpagem mais adequada garante maior produtividade e qualidade à sua montagem elétrica

Por Valter Pavani, Gerente de Marketing de Produtos – Marking and Installation

Ser mais rápida, mais rentável e melhor, estes são alguns dos principais objetivos da empresa modernas.

A busca dos objetivos acima dá origem a novas ideias, pois os processos de produção cada vez mais buscam um potencial de otimização e aqueles que usam as ferramentas corretas ganham  vantagens claras em relação aos seus concorrentes.

Uma conexão elétrica segura e confiável depende em grande parte da escolha da ferramenta de crimpagem, mas também depende do processo de aperto, seja ele realizado manualmente ou por máquinas.

Alicates de crimpagem manual flexível e portátil

Os alicates manuais podem ser encontrados na grande maioria das montagens, porém dependem de algumas condições para que possam garantir uma crimpagem segura.

Inicialmente é necessário uma segunda ferramenta para decapar o cabo, depois inserir o terminal, verificando se nenhum filamento escapou pela lateral do terminal e somente após esse processo se utiliza a ferramenta para realizar a crimpagem.

Um usuário experiente levará cerca de dez segundos para completar a crimpagem.

Se houver um grande número de terminais a serem apertados, isso pode gerar uma quantidade considerável de falhas humanas.

A ferramenta de crimpagem manual deve obrigatoriamente ser munida de sistema de catraca para garantir a tração ideal.

  • Vantagens: São flexíveis, portáteis e seu custo é reduzido.
  • Desvantagens: Maior consumo de tempo na montagem, passíveis de falha humana e o uso repetitivo e prolongado pode provocar problemas de saúde com Lesões por Esforço Repetitivo (LER).

Mas veja só que legal essa ferramenta manual, ela faz as 4 operações: corta, decapa, torce e crimpa o cabo.

Ferramentas automáticas para o aumento da produtividade

Outra opção é usar ferramentas automáticas; neste caso, um estudo mais profundo do processo produtivo deve ser feito para decidir qual a melhor ferramenta de crimpagem se aplica a sua necessidade. O ciclo de trabalho deve ser analisado antes da escolha da ferramenta mais adequada.

Ferramentas que já conseguem decapar e crimpar ao mesmo tempo, elétrica ou pneumática, de bancada ou manual, são tópicos importantes na decisão de qual ferramenta adquirir.

Vamos então detalhar um pouco mais estes modelos de ferramentas automáticas:

1) Ferramentas automáticas pneumáticas

Ferramentas pneumáticas possuem realizam ciclo rápido de crimpagem; como resultado, o usuário não só leva menos tempo, mas também tem menos probabilidade de erros.

Outra vantagem é que para estes dispositivos normalmente uma mesma ferramenta de crimpagem atende a um grupo de bitolas de cabos, sem haver necessidade de troca da ferramenta.

Alguns aspectos devem ser considerados em sua aplicação, como a necessidade de se ter uma rede pneumática, menor flexibilidade de uso interno na linha de produção, uso manual sem provocar LER mas que reduz velocidade de montagem.

Entre os modelos de ferramentas automáticas de crimpagem, este é o modelo de custo mais econômico.

2) Ferramentas automáticas, elétricas portáteis

Ferramentas automáticas portáteis possuem um ciclo rápido de decapagem e crimpagem, não sendo necessário verificar o condutor ou torcê-lo, pois todo o processo é feito internamente na ferramenta; como resultado, menor tempo de operação e redução de erros.

Neste caso as ferramentas são limitadas a uma única bitola por equipamento.

Aspectos que devem ser considerados nesta aplicação, carretel interno com terminas que reduzem trabalho do operador, maior flexibilidade de uso interno na linha de produção, uso manual sem provocar LER.

Esta é um ferramenta que possui um custo superior em comparação ao sistema pneumático, mas sua produtividade é 3 vezes maior.

3) Ferramentas automáticas, elétricas de bancada

Ferramentas automáticas de bancada também possuem ciclo rápido de decapagem e crimpagem, não sendo necessário verificar o condutor ou torcê-lo pois todo o processo é feito internamente na ferramenta; como resultado,  menor tempo de operação e redução de erros.

Neste caso as ferramentas  possuem acessórios que podem ser trocados rapidamente para que possam atender a uma gama maior de bitolas dos cabos com um único equipamento.

Aspectos que devem ser considerados em sua aplicação:

  • Carretel interno com terminas que reduzem o trabalho do operador.
  • Maior flexibilidade de uso interno na linha de produção, pois apesar de ser um equipamento de bancada , devido ao seu peso pode facilmente ser transportada.
  • Uso prático, sem provocar danos.

Esta é uma ferramenta que possui um custo superior em comparação às demais e se aplica perfeitamente a processos de fluxo contínuo e grande volume de produção de cabos, oferecendo produtividade 5 vezes superior aos sistemas automáticos ou 10 vezes superior ao sistema manual.

Cheque esse vídeo e confira como uma ferramenta automática de bancada funciona:

 

Qual ferramenta de crimpagem melhor atende a sua necessidade?

Caso ainda esteja em dúvida, juntos podemos analisar o seu processo de montagem e selecionar a melhor ferramenta para sua empresa.

Share

Share

Tell your friends about us!

Contact

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *