Disponibilidade na era da nova Revolução Tecnológica

From |

Por Marco Aurélio Duarte, Gerente de Marketing de Produtos – Power Supplies & Trabtech.

Como manter sistemas funcionando ininterruptamente, mesmo com a presença de perturbações elétricas externas nas instalações.

Desde os primórdios da Revolução Industrial que começa com a introdução de máquinas a vapor na Indústria Têxtil por James Watt, passando pela produção em massa de Henry Ford, e posteriormente a implantação de computadores industriais no chão de fábrica, o mundo vem passando por muitas transformações tecnológicas.

O objetivo sempre foi aumentar o volume, otimizar a eficiência, reduzir custos de produção, tornando os produtos melhores e mais acessíveis.

Nos dias atuais uma nova revolução tecnológica está acontecendo onde novos conceitos chegam para revolucionar o modo como as pessoas se relacionam, a forma como a  indústria trabalha, tornando os sistemas mais inteligentes.

Não importa o nome dado a essas novas e revolucionarias tecnologias como Indústria 4.0, Revolução Digital com as Redes Sociais, Cloud Computing, comunicação sem fio, sistemas móveis, diagnósticos médicos por imagens mais precisas ou as cidades inteligentes (smart cities), certamente toda essa tecnologia traz grandes desafios para garantir seu funcionamento ininterrupto 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Para conseguir alcançar esse objetivo devemos garantir a qualidade de energia e dos sinais de comunicação através de tecnologias que inibam ou minimizem seus efeitos.

Problemas comuns que geram falhas e interrupções nos sistemas tecnológicos podem ser relacionados de acordo com a tabela abaixo e suas possíveis soluções poderão serem vistas a seguir.

A prevenção ainda é o melhor caminho para disponibilidade

Imagine ficar sem acesso a internet por alguns minutos ou ter sua fábrica de veículos parada por 1 hora. Imaginou?  Nessa nova era onde o acesso à informação é instantâneo, ficar minutos parados pode custar milhões.

Agora imagine que esses milhões são perdidos todos os anos em decorrência de falhas e não adianta buscar soluções apenas depois que ela ocorreu.

É necessário investir na manutenção preventiva com a avaliação periódica das instalações elétricas, seus componentes, implementando medidas de prevenção contra falhas como filtros, dispositivos de proteção contra surtos, alimentação ininterrupta de maneira a prevenir novas ocorrências.

Adicionalmente a essas medidas, deve ser elaborado um plano de qualificação com o objetivo de instruir a equipe sobre essas fontes de falhas e de que maneira preveni-las, os profissionais bem qualificados sabem como agir na prevenção dessas falhas.

Medidas de prevenção contra falhas

O projeto começa com a contratação de um profissional qualificado para elaboração do projeto de adequação das instalações, que começa no SPDA (Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas) com a implementação das MPS (Medidas de Prevenção contra Surtos) que tem como base a NBR5419:2015.

Na parte interna da edificação o projeto e construção adequada das instalações devem utilizar técnicas modernas de blindagem, separação de cabos de energia, dados e instrumentação utilizando eletrocalhas, cabos blindados ou simplesmente a separação física entre sistemas, como medidas de prevenção ao aparecimento de interferências entre esses cabos conforme a NBR 5410:2004 – Instalações elétricas de baixa tensão.

Adicionalmente a utilização de filtros diretamente na fonte de interferência como inversores solda a ponto, ultrassom, entre outros, evita a propagação de ruídos e harmônicos dentro da instalação elétrica.

Para a prevenção contra falhas de energia podemos utilizar fonte de alimentação ininterrupta (UPS).

Para prevenção contra surtos gerados pelos efeitos dos raios devemos utilizar dispositivos de proteção contra surtos desde o quadro geral, passando pelos CCM´s, Quadros de distribuição e redes de dados.

Para mais informações consulte o nosso site: www.phoenixcontact.com.br

Share

Share

Tell your friends about us!

Contact

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *