Aplicações em Estádios de Futebol

From |

Solar Solution

A Phoenix Contact disponibiliza no mercado produtos específicos para todo o segmento Solar Fotovoltaico, desde Micro e MINI Geração Distribuída até Usinas.

Os Estádios da Copa do Mundo de 2014 no Brasil tiveram como requisitos técnicos de engenharia, para o financiamento da obra, a implantação de recursos de eficiência energética e sustentabilidade, como outros, a adoção de energia solar fotovoltaica.

Os seguintes produtos auxiliam nossos parceiros do segmento Solar Fotovoltaico:

  • Controladores e Bibliotecas de Software para controle e datalogger – AutomationWorx
  • Painéis de Concentração da energia Solar Fotovoltaica – String Combiner Box SCB
  • Dispositivos de Proteção contra Surtos e descargas atmosféricas – TRABTECH
  • Monitoramento com sensores de Corrente e Tensão – SOLARSCK
  • Switches Industriais e Conversores de Mídia – I/O NETWORKS
  • Bornes Fusível Jumpers e Identificação – CLIPLINE
  • Conectores de Campo – SUNCLIX

Introdução

Assim como em outras aplicações do segmento, os projetos de estádios são definidos em grupos de painéis solares fotovoltaicos, instalados nas cobertura das edificações.

Os agrupamentos destes painéis são chamados de MESAS ou STRINGS, que são conectados em painéis elétricos chamados de String Combiner Box – SCB.

 

 

Os SCBs agrupam a energia elétrica coletada pelas mesas, monitorar e as transmite para Centrais Inversoras de corrente contínua para alternada.

As Centrais Inversoras são dimensionadas para o monitoramento e proteção no Centro de Controle Operacional – CCO, onde pode ser  configurada uma rede de Ethernet TCP-IP redundante e telemetria.

Produtos

String Combiner Box – SCB 8/16/24:

A energia elétrica coletada por Painéis Solares Fotovoltaicos é combinada e monitorada painéis elétricos chamados Sring Combiner Box – SCB, os quais estão interligados à Centrais Inversoras de corrente contínua para alternada, transformadores  e podendo estar conectada à rede de distribuição elétrica.

SOLAR CHECK:

Para monitorar as 24 Strings é necessária a inclusão de 3 sensores de Corrente elétrica, cada um com entrada para 8 Strings. Estes Sensores, SCK-M-8S-20A, permitem além da leitura da corrente de 8 Strings  o monitoramento da tensão total concentrada neste painel e estado dos protetores contra surtos.

Kits para Centrais Inversoras:

Kits para Central de Controle Operacional CCO:

As informações lidas pelos sensores e concentradas em cada SCK-M-MODBUS são disponibilizadas pelo protocolo MUDBUS RTU sobre RS485.  Para a comunicação com o Centro de Controle Operacional CCO, a rede MODBUS RTU passa pelo conversor COMSERVER-UNI, que converte para o protocolo MODBUS TCP, sobre rede Ethernet. A fim de garantir a qualidade da comunicação entre as centrais inversoras e o CCO, foram aplicados conversores de mídia de par metálico para fibra ótica FL MC EF 1300 MM SC.

Conclusão

A especificação desta aplicação de MINI Geração Distribuída, prevê o monitoramento da leitura de 500 valores.

O ciclo de leitura completa dos dados previsto para a tecnologia proposta é de duas leituras por minuto.

Conforme as recomendações do programa internacional Open Solar Performance and Reliability  Clearinghouse – oSPARC (http://osparc.sunspec.org/)  este valor é adequado.

 

 

Clique aqui e conheça estas e outras soluções Phoenix Contact para o segmento de energia solar.

Ricardo Azevedo – Business Developer
Renewable Energy

Share

Share

Tell your friends about us!

Contact

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *